POLICIA PADRÃO / BA - Serviço de Valorização Policial da PM promove encontro sobre saúde mental e valorização da vida

 
O Serviço de Valorização Policial (Sevap), do Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL), realizou na tarde de terça-feira (18) um momento de discussão sobre saúde mental, com foco no tema do suicídio. A ação faz parte da mobilização nacional do Setembro Amarelo, que busca prevenir o suicídio e conscientizar a sociedade sobre o assunto.

De acordo com o capitão da Polícia Militar, Ermilo Lima, o evento, realizado através do Sevap, visa a promoção da saúde e o bem-estar do policial e do familiar. Além disso, são necessários a exposição e o diálogo para que cada vez mais vidas sejam preservadas.

“O policial militar é ser humano, tem problemas pessoais, familiares e profissionais. No caso dele, tem os transtornos de ansiedade, depressão, que se somam a problemas familiares, de relação com colegas, e colaboram para a tentativa suicida. O policial, quanto mais tem suporte social, seja da família, dos amigos e da própria instituição, mais seguro ele vai estar”, afirmou o capitão ao Acorda Cidade.

Para ele, o suicídio vem de uma questão multifatorial. “Nos nosso estudos, a gente vem percebendo que a ansiedade e a depressão culminam nos transtornos de comportamento, do humor, e possivelmente esses sejam uns dos maiores gatilhos que vão culminar no suicídio. O estado tem as suas demandas e o policial precisa atendê-las, a demanda da criminalidade, da fiscalização do limite da lei, e a sociedade precisa nos ajudar cada vez mais buscando ser ordeira, ser correta”, disse.
Ainda conforme o capitão Ermilo Lima, de um modo geral, a sociedade precisa se cuidar. 

“O psicólogo não é para o doente, e sim um suporte para que haja uma reorientação. O Sevap vem a ofertar ao policial a possibilidade de um acompanhamento, mas do que pensar no dano da doença, estamos para promover a saúde.”
Segundo o Comando de Policiamento Regional Leste, o serviço existe há 11 anos em Feira de Santana e atualmente atende mais de 60 policiais militares por mês. 
   
Acorda Cidade.

Escrito por REDE DE COMUNICAÇÃO DO POLICIAL

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.