FEIRA DE SANTANA / BA - Policiais militares realizam parto dentro de residência em Feira de Santana

Policiais militares da Companhia de Guarda, em Feira de Santana, realizaram um parto por volta das 8h10 da manhã desta segunda-feira (3), em uma residência na Fazenda do Menor (Famfs), no bairro Aviário.
Eles foram acionados por um homem que foi à companhia em uma motocicleta e pediu ajuda. Os policiais prontamente foram ao local e encontraram a mãe deitada no chão do banheiro prestes a dar à luz ao pequeno Kaleb.
Ao Acorda Cidade, a subtenente Ana Paula contou que, de acordo com a descrição dada pelo homem, já compreendeu que existia a possibilidade de a equipe ter que realizar o parto e a guarnição foi preparada, mesmo pedindo o apoio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
“Antes de sairmos, pegamos as luvas e partimos para dar apoio ao parto. No trajeto, a gente entrou em contato com a Cicom para acionar o Samu, e quando chegamos ao local encontramos a senhora Juliana e realizamos o parto com o apoio de duas vizinhas que já estavam lá, e aí Kaleb nasceu. Tudo transcorreu normalmente. Quando a gente chegou, só tivemos tempo de agachar e dar o apoio para a chegada da criança. Foi muito rápido, ela já tinha perdido sangue. Levaram uns cinco minutos e o bebê já saiu com placenta e tudo”, relatou.
O parto foi realizado com sucesso e a subtenente Ana Paula segurou em seus braços o bebê ainda envolvido pela placenta, até a chegada dos médicos do Samu. Enquanto isso, o Sargento Silva e a cabo Tatyara ajudaram a mãe a se levantar e a levá-la para um local mais confortável, onde pudesse segurar seu filhinho.
“Logo após o nascimento da criança, retiramos a mãe do banheiro, porque o local estava frio e úmido, e depois aquecemos a criança. Fiquei com o bebezinho no colo com a placenta envolvendo o bebê porque achamos que não seria seguro cortar o cordão umbilical, e quando o Samu chegou nos disseram que fizemos o correto. A mãe já estava no sofá com a criança agasalhada”, continuou.
Por volta das 11h40, os três policiais foram ao Hospital da Mulher para saber o estado da criança. “Ele estava bem e realizando alguns testes. A mãe já estava na enfermaria”, disse a subtenente Ana Paula.
A equipe esteve na sede do Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL), na tarde desta segunda-feira, para relatar o ocorrido ao comandante Luziel Andrade. Na oportunidade, eles destacaram, em entrevista ao Acorda Cidade, que durante o curso de formação os policiais têm aulas de primeiros socorros e que devem estar sempre preparados para ajudar a população.
“Seguindo os princípios da Polícia Militar de que o cidadão está em primeiro lugar e esta corrente do bem deve ser propagada, a Polícia Militar está sempre de prontidão para realizar ações como esta”, declarou a subtenente.
Acorda cidade

Escrito por REDE DE COMUNICAÇÃO DO POLICIAL

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.