POLICIA PADRÃO / BA - BCS do Bairro da Paz festeja cinco anos de fundada

Com serviços sociais direcionados à comunidade, a Base Comunitária de Segurança do Bairro da Paz comemorou, nesta quarta-feira (13), cinco anos de fundada num evento em que reuniu voluntários com especializações nas áreas de saúde, jurídica e financeira, dentre outras.

Em parceria, pelo segundo ano consecutivo, com o grupo de ensino superior 'DeVry Brasil', solenidade disponibilizou atendimentos nos âmbitos de Fisioterapia, Nutrição, Enfermagem, Odontologia, Farmácia, Engenharias Ambiental e Civil, Arquitetura, Direito e Administração.

"O maior desafio da base sempre foi mostrar para as pessoas do bairro que a intenção é ajudá-las e orientá-las a seguirem o caminho certo e, graças a Deus, elas têm entendido. Faço uma retrospectiva de como tudo começou e vejo grandes mudanças," revelou o comadante da BCS, capitão PM Henrique Alves.

Durante a comemoração, os moradores foram contemplados com testes rápidos de HIV, gravidez, sífilis, hepatites B e C, vacinas contra hepatite, febre amarela e HPV, aplicação de flúor, avaliação muscular, verificação de glicemia e arterial, além de agendamento para consultas médicas.

Residente no Bairro da Paz há aproximadamente há 25 anos, a dona de casa Carmelita Lopes de Sousa, 59 anoscontou sobre as mudanças ali ocorridas a partir da presença da base comunitária. "Sou vizinha da BCS efico à vontade para dizer que esses policiais só trouxeram boas coisas para nós. Da janela, vejo os alunos da base e percebo que eles estão ocupando o tempo sempre com algo interessante," pontuou.

Instalada desde 13 de setembro de 2012, a BCS/Bairro da Paz promove ações diversas direcionadas àcomunidade, aproximando-a da Polícia Militar contribuindo para o desenvolvimento local. Dentre os projetos da BCS estão o 'Arte é Vida''Karatê do Saber,' 'Pré-Ifba''Curso Preparatório para concurso da PMe'Universidade para Todos'. As aulas são ministradas na sede da base e a maioria tem policiais militares como instrutores.

"Aprendi com meu professor de karatê a ser mais responsável e comprometida. Até porque ele não só ensina técnicas esportivas, mas ética, educação e muitas outras coisas. Evoluí muito, em todos os sentidos, com as aulas das quais participei", declarou Greice Kelly Pimentel dos Santos, 15 anos, aluna do projeto 'Karatê do Saber'.

Ascom SSPBA

Escrito por REDE DE COMUNICAÇÃO DO POLICIAL

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.