quinta-feira, 13 de julho de 2017

REDE DE COMUNICAÇÃO DO POLICIAL

POLICIAL PADRÃO / BA - Seminário na Secretaria de Segurança Pública discute Segurança da Informação

A proteção de informações sigilosas, para evitar acesso ou sequestro por pessoal não autorizado, a exemplo do último ataque cibernético, que afetou empresas e organizações de74 países, está sendo discutida no Seminário de Segurança da Informação, iniciado nesta quarta-feira (12), no auditório do Centro de Operações e Inteligência da Secretaria da Segurança Pública, no Centro Administrativo da Bahia.

Servidores da SSP (Polícias Militar, Civil e Técnica e Corpo de Bombeiros) e representantes da Prefeitura de Salvador (Transalvador e Guarda Municipal) assistem palestras que tratam, dentre outros temas, da proteção das redes de ransomware e cyber attacks, do poder da informação, da segurança da informação no processo de vídeomonitoramento urbano na segurança pública e do papel da contra inteligência na segurança da informação.

De acordo com o superintendente de Gestão Tecnológica e Organizacional da Secretaria da Segurança Pública, tenente-coronel PM Marcos Oliveira, a informação é um recurso estratégico. “Estamos vivendo em plena era da tecnologia da comunicação, onde as mensagens chegam em segundos. O seu controle é um grande desafio”, observou.

Ele lembrou ainda os ataques sofridos por grandes empresas de diferentes países, que tiveram informações sequestradas. “Recentemente, fomos alertados para ameaças que rondavam nossas redes e tomamos medidas protetivas e não sofremos nenhuma intervenção”.

O secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, observou que a pasta possui informações sigilosas, que devem ser garantidas para que não caiam em poder de criminosos digitais, citando o banco de dados de impressões digitais da pasta, com mais de 8 milhões de padrões. “Se este sistema travar, provoca muitos prejuízos às ações governamentais e também privadas, daí a necessidade de estarmos preparados, adotando politicas fortes de controle”, enfatizou.

Além do secretário, integraram a mesa que conduziu o seminário o subsecretário Ary Pereira de Oliveira, o delegado-geral da Polícia Civil, Bernardino Brito, o diretor-geral do Departamento de Polícia Técnica, Elson Jefesson, e o coronel Ronaldo Tosta, representando o comandante-geral da Polícia Militar, dentre outras autoridades.

O seminário, promovido pela Superintendência de Gestão Tecnológica e Organizacional (SGTO) em parceria com a Academia da Polícia Militar, prossegue nesta quinta-feira (13), com uma 'Oficina de Gestão de Riscos'.
ASCOM SSPBA

REDE DE COMUNICAÇÃO DO POLICIAL

Escrito por REDE DE COMUNICAÇÃO DO POLICIAL