POLICIA MILITAR / BA - PM forma sargentos e subtenentes no curso de feitos investigatórios

A Polícia Militar da Bahia realizou, nesta quinta-feira (25), a cerimônia de conclusão do Curso de Feitos Investigatórios 2017.1 para subtenentes e sargentos, no auditório do 

Departamento de Apoio Logístico (DAL), no Centro Administrativo da Bahia (CAB). O projeto educacional foi realizado através da Corregedoria, do Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP) e do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), com o objetivo de instruir os militares para o exercício de atividades de Polícia Judiciária Militar, bem como habilitá-los para a atuação correcional.

Presidida pelo corregedor chefe e anfitrião, coronel Antônio Barbosa Neto, contando com a presença de autoridades civis e militares e do coral da PM, o evento prestou homenagem com uma placa pelo mérito acadêmico aos três primeiros colocados na média curricular no curso.

Durante a formatura, também foram agraciados os instrutores e colaboradores da turma, sendo eles o major Antônio Batista de Macedo Júnior, capitão Fabrício Carlos Pichite Simões, capitão Zanony Souto dos Reis Neves, capitão Vagner Magalhães Costa e o tenente João Carlos Miguel dos Santos Júnior, sob a coordenação da capitã Moema Costa Barbosa e a amiga da turma, a subtenente Ana Célia Araújo Machado.

No pronunciamento oficial, o coronel Antônio Barbosa Neto parabenizou os formandos. ”Parabenizo a todos pela conclusão do curso e quero dizer que foi uma honra ministrar junto com o IEP e o CFAP, pela primeira vez, um curso para praças”, disse o corregedor chefe da Corregedoria da PM.

O subtenente Benedito Falcão ficou satisfeito em poder participar do projeto. “Durante o curso pude aprender e aprimorar as técnicas para feitos investigatórios. Considero muito importante porque o conhecimento é sempre muito bom e renovar também. Que venham mais cursos”, finalizou.
PMBA

Escrito por REDE DE COMUNICAÇÃO POLICIAL

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



    Comentário do Google+
    Cometários do Facebook

0 comentários:

Postar um comentário